Páginas

31 de março de 2011



Há três coisas para as quais eu nasci e para as quais eu dou minha vida. Nasci para amar os outros, nasci para escrever, e nasci para criar meus filhos. O ‘amar os outros’ é tão vasto que inclui até perdão para mim mesma, com o que sobra. As três coisas são tão importantes que minha vida é curta para tanto. Tenho que me apressar, o tempo urge. Não posso perder um minuto do tempo que faz minha vida. Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca ...

4 comentários:

Mila Lopes disse...

Seu blog é uma delícia, cheio de fragmentos maravilhosos...

bjss
seguindo-te!

Mila

Poetisa (Helena) disse...

Três coisas tão simples e tão vastas!

http://escrevoparaviver.blogspot.com

~ Bruh worspite disse...

Olá!
Concordo plenamente
O amor é o que nos da força para seguir em frente.
Amar e ser amado, ter por perto nosso sentes queridos. O que seria da gente sem isso ?!
Bjs

http://bruhworspite.blogspot.com

Yohana SanFer disse...

Lindo teu post! Clarice...gosto muito! Vim agradecer tua visita e teu elogio e tb me encantei!rs
Seja sempre bem vinda!