Páginas

14 de abril de 2011


Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou. Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma.Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também. Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes,mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito,vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade.Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir.
Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro. Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa,que vale a pena.

Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar.

5 comentários:

Alê disse...

Porque sonhar junto, é o início de uma realidade...


Amei a imagem!


Demais.

Casou perfeitamente com o texto.

Rô... disse...

oi Carol...

lindo texto,
linda imagem...
quando se tem amor,sempre vale a pena...
ter um ao outro já está valendo...

muitos beijinhos

Louella Trindade disse...

Que blog mais lindo! Sou seguidora :D

Karla Thayse disse...

Esse cantinho qui é lindo d +

Cada dia mais encantada!

Beeijo Tati

Carolina disse...

"Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes, mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia."
Se tudo isso fosse suficiente. :)

"Remar, re-amar, amar"

=*