Páginas

28 de abril de 2011


Se você topasse ganhar o mundo comigo
e fizesse valer o sentido de perder o medo
eu iria mesmo, metia a cara, perdia o juízo
me perderia na alegria de te pertencer
por acaso ou descuido sempre tem um desvio,
um trevo, um beco a nossa espera
é nossa chance de pular do barco
e eu me lanço no vento que me joga
dentro, fundo, perto de onde você passa

2 comentários:

Alê disse...

Que imagem linda =)

Carina B. disse...

Vontade de voar...
Adoro a harmonia que vc faz entre texto e imagens, esse aqui é um ótimo exemplo!
:)

Beijos!