Páginas

8 de julho de 2011


Enquanto isso, enquanto digo coisas sem parar, enquanto mantenho minha fama de nem aí, por dentro da minha cabeça estou sempre correndo atrás de qualquer lugar que só existe porque lá está você. Mas dei um jeito de sumir, não é porque isso parece um pouco com amor, e amor pressupõe ingredientes grudentos e piegas, que não posso tomar a decisão racional de não mais te ver. Na maioria das vezes acho que amor é apenas o nome que dei a um barulho que não sai da minha cabeça.

6 comentários:

Mila Lopes disse...

Às vezes confundimos os sentimentos... e por aí vai.
Bjssss

Karla Dias disse...

Belissima definição do amor...
Combina perfeitamente com o que penso. Beijos

Alê disse...

E faz eco todo o santo dia,

♥ Luciana Mira ♥ disse...

Ai que lindo!

'Lara Mello disse...

Me identifiquei.. Rs! :)

Vitoria Nicassia disse...

me indentifiquei [+1]
é a minha cara. Lindo linda, sempre arraza.