Páginas

26 de abril de 2011


"Sempre que paro pra me ouvir, boto fé em nós. Ontem eu pensei seriamente em aceitar suas vírgulas, se você não encucar com minhas reticências. Quem sabe assim a gente permaneça cada dia mais perto, e tão longe de um ponto final."

6 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Devemos nos ouvir sempre.Beijos

Rô... disse...

oi Carol,

a língua portuguesa
quando bem escrita e falada,
principalmente quanto à
pontuação,
é linda como esse sentimento...


beijinhos

'Lara Mello disse...

Lindo! Owt'

Verô. disse...

Acho que vida a dois é isso: pesar o que é de um e de outro e tentar manter o equílibrio, para que o ponto final mantenha-se BEM distante!

:)

Danielle Martins disse...

Tão gostoso passear por essas linhas...
Beijinhos!

Natália Rocha disse...

Lindo!

Beeijo meu*