Páginas

16 de julho de 2011


(...)

-Mas não seria natural.
-Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem.
-Natural é encontrar. Natural é perder.
-Linhas paralelas se encontram no infinito.
-O infinito não acaba. O infinito é nunca.
-Ou sempre.

3 comentários:

Laís Pâmela disse...

Meu Caio F. s2.

Sayuri Okamoto disse...

lindo seus escritos aqui passei a te seguir e passarei mais vezes por aqui

beijosss

Sobrepuja - se disse...

Profundo...e singelo..