Páginas

7 de outubro de 2011


Ser gay não é problema, doença ou desvio de caráter. Pelo contrário. Tenho grandes amigos gays e isso pra mim é tão natural, que fica até difícil explicar. Cresci vendo meninas beijando meninas e meninos beijando meninos. Não sou gay por um triz. (Ou, talvez, por ser uma fiel adoradora do universo masculino). A verdade é que me incomoda conviver com o preconceito camuflado (sim, porque esse é o pior preconceito). Me deixa triste ver que existe muita gente que se ama e que, se não estão juntos (ou juntas), é porque a sociedade os faz pensar que isso tudo está errado. ESTÁ ERRADO, SOCIEDADE? Desde quando AMAR é pecado? Pessoas podem e devem amar quem quiserem. Independente do sexo. Independente da conta bancária. Independente de toda a cafonice. O AMOR É O QUE DÁ SENTIDO A VIDA. E quem no mundo tem o direito de tirar o SENTIDO da vida de alguém, por puro preconceito? Ou melhor: quando nos tornamos, assim, tão prepotentes? Pensem. E reflitam. ESTÁ NA HORA DE MUDARMOS ESSE CENÁRIO. 


Curta o Blog no Facebook : Curtir

3 comentários:

'Lara Mello disse...

\o/ Amei! Minha melhor amiga é gay e até a mãe dela tem preconceito, não aceita de forma alguma e ela sofre muito com tudo isso, vejo a tristeza dela e sempre digo para ela, que toda forma de amor é válida, que ela tem que ficar bem.. Toda essa situação é triste, os gays não tem apoio, são só os amigos e ainda os que olham torto, eu sofro junto com ela :(

Adorei a iniciativa :)

Danielle Martins disse...

Apoiadíssimo!

Anônimo disse...

Nunca!!! Eu amo os gays, não o homossexualismo!!! Nem sou obrigada a aceitar isso! Poderia passar horas a expressar minha opinião...